• personalchefsbr9

Por que mastigar os alimentos devagar na hora das refeições?

A mastigação pode ser caracterizada como a ação de morder, triturar e pasteurizar o alimento, sendo considerada a fase inicial do processo digestivo e tem como objetivo a degradação, reduzindo-os a um tamanho adequado para serem deglutidos. Mas afinal, por que é tão importante realizar bem este processo nas nossas refeições?



É imprescindível a necessidade de uma mastigação adequada para que o alimento seja digerido ou absorvido, facilitando a velocidade do processo digestivo, evitando engasgos durante a deglutição.

Algumas alterações digestivas, tais como engasgos e refluxo gastro-esofágico podem resultar de hábitos alimentares inadequados influenciados também por um bolo alimentar formado de maneira inadequada durante a mastigação, referindo-se também à qualidade dos alimentos consumidos e a forma de consumo.

As funções relacionadas com a ingestão alimentar, envolvem sinais que produzem a fome, apetite e saciedade, sendo bem importantes do processo digestivo, bem como na sua manutenção e absorção adequada dos nutrientes advindos e uma desregulação em qualquer um destes processos, podem trazer algumas consequências prejudiciais ao organismo.

Antes de ingerirmos uma refeição, um dos mecanismos que ocorrem é a sensação de fome, onde os reflexos alimentares estão exarcerbados. Durante a refeição, a sensação de fome vai se atenuando gradualmente e os reflexos vão sendo inibidos, até que no período após a refeição, o indivíduo se comporta de forma diferente, rejeitando o alimento, pela troca da sensação de fome pela de saciedade.


A saciedade pode ser definida como a sensação pela qual o indivíduo não aceita mais alimento, de acordo com índices digestórios, metabólicos e endócrinos, que modulam a função nervosa do hipotálamo. Sob condições usuais, o alimento é ingerido após a percepção da fome e a ingestão termina quando a sensação de saciedade é alcançada.

O processo da mastigação é fonte rica dos impulsos diversos que estimulam ainda mais o centro da saciedade, como aqueles gerados nos proprioceptores musculares excitados durante a distensão e contração dos diferentes grupos musculares estriados que participam da mastigação, principalmente, os músculos mandibulares.


Riscos que uma má ingestão pode causar:

  • Doenças cardíacas

  • Diabetes

  • Úlceras

  • Gastrites

  • Obesidade


Para evitar essas doenças você pode adquirir novos hábitos e para evitar a situação, indica-se:

  • Mastigar os alimentos até 30 vezes

  • Consumir alimentos nutritivos

  • Comer sem distração de pessoas ou aparelhos eletrônicos

  • Não ingerir líquido durante as refeições

  • Comer em um ambiente tranquilo

Esses hábitos te proporcionam diversos benefícios e você pode degustar e saborear melhor a comida, mas sem esquecer de uma mastigação leve. Com isso, você sente mais o sabor da comida e a sensação de saciedade dura por muito tempo. Portanto, comer devagar é a melhor opção para você e a sua saúde.

Desta forma, comer rápido também pode causar problemas de saúde e gastrointestinais como a má digestão, azia, refluxo, gazes, inchaços, distensão abdominal, entre outros. Devido a dois fatores o processo de digestão fica ainda mais lento, que são eles: Alimentos não mastigados corretamente e por engolir pedaços de comidas maiores. Para que isso não ocorra, é indicado as refeições serem realizadas com o mínimo de distração possível, num tempo médio citado acima.


10 visualizações0 comentário